Você sabia? Há 35 anos, o Fluminense conquistava seu último título na Copa Rio São Paulo, tornando-se o maior campeão do estado do Rio de Janeiro.

0

![imagem de fundo da newsletter](/resenha-de-apostas/_next/image?url=%2Fresenha-de-apostas%2F_next%2Fstatic%2Fmedia%2Fnewsletter.1a64400e.png&w=3840&q=75)

Resenha de Apostas – 02/01/2024 – 12:28

Com a estreia na Copinha marcada para esta quarta-feira (3), às 15h15, contra o São Raimundo-RR, o Fluminense sonha com o sexto título da competição na história.

Maior campeão do Rio de Janeiro, o Tricolor não vence o troféu desde 1989, apesar de ter revelado grandes nomes no torneio. Mesmo com o jejum, o Flu ainda é o segundo maior campeão, perdendo apenas para o Corinthians, que tem 10 troféus.

Em sua primeira participação, em 1971, o Flu já foi histórico. Com uma vitória nos pênaltis por 4 a 3, venceu o clássico contra o Botafogo e saiu campeão. Nesta edição, os clubes de fora do Estado de São Paulo foram aceitos no torneio pela primeira vez.

Dois anos depois, em 1973, o Tricolor superou o Corinthians, igualando o time paulista e chegando ao bicampeonato. Após o empate nos 90 minutos, o Fluminense venceu por 2 a 0 na prorrogação. Em 1977, o Fluminense bateu a Ponte Preta no Morumbi e conquistou o tricampeonato da Copa São Paulo, empatando novamente com o Corinthians no número de títulos. Esta partida, curiosamente, foi organizada como preliminar de uma partida entre Brasil e Bulgaria. O título foi mais uma vez decidido na prorrogação.

Reeditando a final contra a Ponte Preta, o Fluminense finalmente venceu sem uma prorrogação. 2 a 0 no Pacaembu e Tetracampeonato da Copa São Paulo na conta dos meninos de Xerém de 1986.

Em 1989, data do último título, o Fluminense ainda teve a coroa dourada do título invicto. Após vencer o Juventus-SP por 1 a 0 na final, o time, enfim, levou o pentacampeonato.

Os Moleques de Xerém que estrearam entre os profissionais e já foram campeões são os principais destaques da lista da Copinha, como o lateral Esquerdinha, que fez parte do elenco campeão da Libertadores, além de Freitas e João Lourenço, que fizeram parte da campanha do bicampeonato carioca.

A equipe liderada pelo técnico Caio Couto apresenta um perfil jovem, com uma média de idade do elenco de 18,4 anos. Com jogadores nascidos entre 2003 e 2007, o Fluminense aposta em talentosas gerações para enfrentar seus adversários na Copinha, um torneio Sub-21. A juventude do elenco sugere uma abordagem dinâmica e promissora, visando superar desafios e alcançar o sucesso no cenário esportivo.

CONFIRA A AGENDA DO FLUMINENSE NA COPINHA

CONFIRA A LISTA DE CONVOCADOS DO FLUMINENSE
– Goleiros: Álvaro, Antônio Carlos, Dayvisson Henrique e Gustavo Felix
– Laterais: Esquerdinha, Júlio Fidelis, Léo Jance e Miguel Sampaio
– Zagueiros: Caio Amaral, Davi Schindt, Gustavo Cintra e Loiola
– Meias: Agner, Davi Melo, Fabinho, Freitas, Henrique, Hiago, Isac Martins, Isaque, Luis Fernando, Luiz Freitas e Riquelme Felipe
– Atacantes: Crysthyan Lucas, Enzo, João Lourenço, Kelwin, Gustavo Lobo, Marcão e Matheus Reis

Mais lidas no Resenha de Apostas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *